Real JoBelo

Archive for the ‘Brasileirão 2009’ Category

Eleitos

In Brasileirão 2009 on 8 de dezembro de 2009 at 19:46

Em pomposa festa, CBF premia a Seleção do Campeonato e elege Diego Souza o Craque do Brasileirão. Flamengo recebeu a taça!

OS PREMIADOS:

Seleção do Campeonato: Victor; Jonathan, André Dias, Miranda e Júlio César; Guinhazu, Hernanes, Pet e Diego Souza; Diego Tardelli e Adriano.

Técnico: Andrade (Flamengo)

Revelação: Fernandinho (Barueri)

Craque Brasileirão: Diego Souza (Palmeiras)

Artilheiros: Diego Tardelli (Atlético-MG) e Adriano (Flamengo), com 19 gols.

Troféu Armando Nogueira: Marcelinho Paraíba (Coritiba)

Torcida de Ouro: Flamengo

Craque da Galera: Conca (Fluminense)

Seleção do Blogueiro: Bruno; Vítor, André Dias, Miranda e Júlio César; Jucilei, Willians, Pet e Diego Souza; Fred e Adriano. Técnico: Andrade.

Revelação: Giuliano (Internacional)

Craque: Adriano (Flamengo)

Anúncios

Decisão minuto-a-minuto

In Brasileirão 2009 on 8 de dezembro de 2009 at 19:32

A tarde que emocionou milhões de torcedores e terminou com festa carioca!

16h54 O Grêmio entra em campo aplaudido pela torcida do Flamengo, no Maracanã.

16h57 Após três horas de espera, flamenguistas vibram com a entrada do time em campo. A festa é magnífica!

17h02 Começa o jogo no Morumbi: São Paulo e Sport correm atrás da bola.

17h04 Começa Flamengo x Grêmio.

17h04 Começa no Beira-Rio: Inter e Santo André.

17h08 Na Vila Belmiro, Wellington Paulista abre o placar para o Cruzeiro contra o Santos.

17h08 Começa Botafogo x Palmeiras, no Engenhão.

17h12 Finalmente, começa Coritiba x Fluminense. Todos os jogos em andamento.

17h25 GOL DO GRÊMIO! Roberson abre o placar no Maracanã e as duas torcidas lamentam!

17h26 GOL DO INTER! Alecsandro abre o placar no Beira-Rio e coloca o Colorado na liderança!

17h33 GOL DO FLAMENGO! David empata o jogo, mas o Fla segue em segundo lugar graças ao número de vitórias.

17h37 GOL DO SÃO PAULO! Washington faz 1×0 e coloca o Sampa em terceiro.

17h38 GOL DO INTER! Índio amplia para o Colorado. O Santo André fica pertíssimo do rebaixamento.

17h40 GOL DO FLUMINENSE! Marquinho manda o Coxa para a zona do rebaixamento.

17h49 GOL DO CORITIBA! Pereira empata o jogo e recoloca o Botafogo na zona da degola.

17h51 Termina o primeiro tempo no Maracanã.

17h52 Termina o primeiro tempo no Beira-Rio.

17h53 Termina o primeiro tempo no Morumbi.

17h54 Termina o primeiro tempo no Engenhão.

18h07 Começa o segundo tempo de São Paulo x Sport.

18h08 Começa o segundo tempo no Beira-Rio.

18h11 Começa o segundo tempo para Flamengo e Grêmio.

18h14 Começa o segundo tempo para Botafogo x Palmeiras.

18h15 GOL DO SÃO PAULO! Rogério Ceni bate falta amplia para o Tricolor!

18h24 GOL DO BOTAFOGO! Wellington abre o placar, coloca o Coxa na zona e o Cruzeiro na Libertadores!

18h26 GOL DO SÃO PAULO! Washington faz mais um e coloca o São Paulo na vice-liderança.

18h32 GOL DO INTER! Andrezinho marca o terceiro e deixa o Inter com a mão na taça!

18h33 GOL DO SANTOS! Neymar empata e tira o Cruzeiro do G4!

18h34 GOL DO BOTAFOGO! Jóbson amplia no Engenhão. Palmeiras segue no G4.

18h35 GOL DO FLAMENGO! Ronaldo Angelim vira o jogo e põe o Fla na liderança novamente!

18h40 GOL DO CRUZEIRO! Kléber, ex-Palmeiras, marca para o Cruzeiro e coloca a Raposa no G4!

18h47 GOL DO INTER! Giuliano faz mais um para o Colorado.

18h50 GOL DO SANTO ANDRÉ! Nunes diminui para o rebaixado Santo André.

18h51 GOL DO SÃO PAULO! Washington marca o terceiro dele no Morumbi.

18h52 Termina no Morumbi. O São Paulo disputará a Libertadores pela 7ª vez seguida.

18h54 Termina no Beira-Rio. O Inter torce por um gol do Grêmio para o título.

18h57 Termina na Vila. O Cruzeiro se classifica para a Libertadores 2010 se o Palmeiras não empatar.

18h58 O FLAMENGO É CAMPEÃO BRASILEIRO 2009!

19h GOL DO PALMEIRAS! Robert diminui. Mais um gol coloca o Palmeiras na Libertadores.

19h02 Termina no Engenhão. O Palmeiras está fora da Libertadores e o Botafogo permanece na Série A!

19h06 Coritiba e Fluminense ainda jogam. Quem perder estará rebaixado. O empate favorece o Flu.

19h10 Termina o jogo no Couto Pereira. O Coritiba está rebaixado no ano do seu Centenário.

19h11 O Brasileirão 2009 termina com cenas lamentáveis. A torcida do Coxa invadiu o gramado para agredir a arbitragem, imprensa e jogadores das duas equipes. Briga generalizada.

19h14 A torcida do Coritiba destrói o estádio para agredir os policiais. Um deles é atingido e fica desacordado.

19h18 A confusão é controlada com bombas de efeito moral e balas de borracha.

19h20 Muitos choram, muitos sorriem. O Brasileirão 2009 chegou ao fim!


BR09 – 38ª rodada – Uns choram, outros riem

In Brasileirão 2009 on 8 de dezembro de 2009 at 19:29

Flamengo, Inter, São Paulo e Cruzeiro se juntam ao Corinthians como representantes brasileiros na Libertadores do ano que vem. Sport, Náutico, Santo André e Coritiba darão lugar a Vasco, Guarani, Ceará e Atlético Goianiense na Série A!


Sentiu o gostinho…Alecsandro, Índio, Andrezinho e Giuliano marcaram os gols da vitória do Inter sobre o rebaixado Santo André, por 4×1. Nunes, de pênalti, descontou. Com o resultado, a galera colorada chegou a sentir o gostinho do título, até que o Flamengo desempatasse o jogo contra o Grêmio no Maracanã, aos 24 do segundo tempo. A vaga na Libertadores serviu de consolo.

Agora é Centenário! O Corinthians bateu o Atlético Mineiro com certa facilidade no Mineirão. Matías Defederico foi o grande destaque do time paulista e deixou a galera entusiasmada com seu camisa 10 no ano do Centenário. Quem também se destacou foi Souza, que desencantou e marcou duas vezes: primeiro um golaço de fora da área, depois na cobrança de pênalti. Bill também deixou o dele: 3×0.

Do lado atleticano, o artilheiro Diego Tardelli desperdiçou um pênalti, defendido pelo goleiro Júlio César.

A série de derrotas na reta final irritou a diretoria do Galo, que decidiu demitir o técnico Celso Roth após a partida. Vanderlei Luxemburgo foi contratado.

Será que agora vai?

Bye, Bye: Nos Aflitos, o Náutico despediu-se da Série A com derrota por 1×0 para o Avaí, que despediu-se do técnico Silas. O gol foi marcado por Eltinho.

Empate garante o Barueri! Em jogo sem muita emoção, Barueri e Atlético-PR empataram em 0x0. O resultado garantiu o time paulista na Sul-Americana do ano que vem. O Furacão ficou fora.

Despedida sem sal: No Barradão, Vitória e Goiás, que chegaram a frequentar o G4, empataram e ficaram apenas com a vagas na Sul-Americana. Para os baianos, Roger e Leandro Domingues marcaram. Felipe marcous os fois gols do Goiás.

Rebaixamento e violência: O Fluminense concretizou o milagre ao empatar em 1×1 com o Coritiba e permanecerá na Série A. Os cariocas abriram o marcador com Marquinhos, Pereira empatou, mas os donos da casa não conseguiram a virada necessária para evitar a queda para a Série B.

No fim da partida, a torcida carioca provocou com os gritos de ‘Chora otário, caiu no Centenário’. A torcida do Coxa, que havia protagonizado um belíssimo espetáculo com sinalizadores apelidado de ‘Green Hell’ (Inferno Verde), transformou o gramado num verdadeiro inferno após o apito final. Centenas de torcedores invadiram o campo e agrediram arbitragem, policiais, adversários… Lamentável!

Agora fica a cargo das autoridades a inestigação e punição dos arruaceiros.

A parte chata: A batalha campal no Couto Pereira não foi a única fonte de cenas lamentáveis da última rodada do Brasileirão. Na Vila Belmiro e no Maracanã, também houve confusões. No Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, gresmistas cobraram o time porque (pasmén) os jogadores se esforçaram em busca da vitória. Até quando assistiremos a tudo isso? E tem Copa em 2014…

Série B: Os vascaínos estão comemorando há semanas a volta da equipe cruzmaltina à Série A do Brasileirão, mas estão apreensivos com a escolha do novo técnico, já que Dorival Júnior decidiu deixar a Colina. Guarani, Ceará e Atlético Goianiense também estarão na elite em 2010.

Hexa ou Penta, é CAMPEÃO!

In Brasileirão 2009 on 8 de dezembro de 2009 at 19:02

BR09 – 38ª rodada – Flameng0 2×1 Grêmio

Mengão toma susto, mas consegue virar o jogo e levantar pela quinta vez a taça do Brasileirão. Cariocas festejaram o ‘hexa’!

O Grêmio endureceu mais do que o imaginado, a galera sofreu, mas terminou o domingo comemorando e gritando ‘Hexacampeão’.

O time comandado por Andrade começou a partida em marcha lenta, ao contrário da garotada do Grêmio, que abriu o placar com Roberson, aproveitando uma pane geral da defesa flamenguista.

Mas não é que a dupla de zaga decidiria o título?

Primeiro com David, substituto de Álvaro. O zagueirão aproveitou a sobra da disputa entre Adriano e Léo e fuzilou o goleiro Marcelo Grohe, para delírio da Nação.

O empate não bastava, já que o Internacional goleava o Santo André no Beira-Rio.

O segundo tempo, então, foi uma corrida contra o relógio.

Aos 24 minutos, Pet bateu na bola pela última vez antes de ser substituído. O gringo bateu escanteio na cabeça de Ronaldo Angelim, o outro zagueiro, que marcou o gol do título!

O Grêmio não correu atrás do empate como correria se ainda tivesse alguma pretensão no campeonato e o título ficou mesmo no Maracanã!

Um título merecido. Não há como tirar os méritos da campanha espetacular do Flamengo no segundo turno, com vários jogadores em grande fase e a revelação de um novo treinador: Andrade, que estreou na função com o pé direito.

Só nos resta torcer para que em 2010 o Brasileirão seja tão disputado quanto foi este ano, mas há muito o que melhorar. Chega de intervenção do STJD, chega de erros de arbitragem, chega de palhaçada, de time fazendo corpo mole!

PENTA OU HEXA?

Os flamenguistas consideram a conquista da Copa União de 1987 como título nacional, mas o vice-campeão do ano anterior, o Guarani, nem sequer entrou na disputa do Módulo Verde, vencido pelo Fla. O regulamento previa um quadrangular entre os dois primeiros de tal módulo e os dois primeiros do Módulo Amarelo, reconhecido pela CBF como Campeonato Brasileiro, o que não aconteceu.

O Sport também se considera campeão daquele ano e foi um dos representantes do país na Libertadores 88, ao lado do Guarani, vice-campeão.

Uma polêmica sem fim!

Sob a nomenclatura de Campeonato Brasileiro, foram 5 títulos. Então, é penta!

Sete vezes São Paulo

In Brasileirão 2009, SPFC on 8 de dezembro de 2009 at 18:41

BR09 – 38ª rodada – São Paulo 4×0 Sport

Washington dá show e Rogério Ceni marca golaço no Morumbi. Sem o hepta, Tricolor comemora recorde de participações seguidas na Libertadores: 7 vezes!

Quem diria!

Na última rodada do Brasileirão, sem a taça, a torcida são-paulina aplaudiu em pé a garra dos jogadores, que ficaram perto do título e até poderiam conquistá-lo não fossem os desmandos do STJD.

Até aí, tudo normal.

Inimaginável até pouco tempo atrás foram os gritos de ‘FICA, WASHINGTON!’, repetidos intensamente pela galera, que passou praticamente o ano todo vaiando o camisa 9, autor de impressionantes 32 gols na temporada, 17 deles no Brasileirão, 3 na última rodada!

O Coração Valente, que havia prometido dar a vida pelo título, lutou até o último momento para honrar as cores do São Paulo.

A pedido da comissão técnica, o placar eletrônico do estádio não informava os outros resultados da rodada. Sem saber se a improvável combinação de resultados estava próxima, o Sampa foi fazendo sua parte.

Após as expulsões de Moacir e Renato Silva, Washington abriu o placar após tabela com Dagoberto, que aliás dá uma cara diferente a equipe e fez muita falta enquanto esteve suspenso.

No comecinho da segunda etapa, Rogério Ceni marcou um bonito gol de falta, o terceiro em cima de Magrão, goleiro do Sport.

Aos 19, mais um golaço. Washington recebeu de Hugo, matou no peito e completou de voleio! 3×0.

Pensa que acabou? Que nada!

Aos 44, Washington recebeu de Júnior César e só empurrou para as redes. Foi o ato final da temporada são-paulina.

O Sampa disputará a Libertadores pela sétima vez consecutiva, um recorde no país, com um elenco bem diferente.

Rodrigo, Borges e Hugo já disseram adeus; Dagoberto, André Dias e Miranda interessam a outros clubes, mas a situação mais emblemática é a de Washington: escurraçado ao longo do ano, conquistou a torcida com gols e pode renovar o contrato.

Se muitos sairão, outros tantos podem chegar: Breno, André Luís, Alex Silva, Marcelinho Paraíba, Carlinhos Paraíba, Léo Lima, Fernandão e Fernandinho são cogitados.

Feliz 2010, Tricolor!

ATUAÇÕES

01 Rogério Ceni Fez duas belas defesas e ainda marcou um golaço de falta. Bela despedida. NOTA 9,0

14 Renato Silva Foi expulso de maneira infantil. Não foi a primeira vez. NOTA ZERO

3 André Dias Atuação tranquila. Pode ter sido a despedida. NOTA 7,5

5 Miranda Um monstro na defesa, aventurou-se no ataque e quase fez um golaço!  NOTA 8,5

15 Jean Não teve muito trabalho pela direita. Deve voltar à posição de origem em 2010. NOTA 6,0

11 Arouca Parece ter se encontrado nesta reta final. Interessa ao Santos. Fica? NOTA 7,0

10 Hernanes Não brilhou. Precisa um bom meia para lhe fazer companhia em 2010. NOTA 5,0

18 Hugo Despediu-se do clube como titular e com uma bela assistência. NOTA 6,0

7 Jorge Wagner Boa atuação. Começou como lateral, passou para a meia e criou oportunidades. NOTA 7,5

25 Dagoberto Mostrou que a história poderia ter sido outra não fosse a suspensão de três jogos. Pode ter feito sua despedida. NOTA 8,0

9 Washington Quem mais brilhou na hora da decisão, merece ficar. Será? NOTA DEZ

23 Zé Luís Entrou na vaga de André Dias, atuou improvisado e não teve muito serviço. NOTA 5,5

6 Júnior César Depois de uma atuação lamentável, começou de castigo no banco. Entrou e deu uma assistência. NOTA 6,0

16 Marlos Participou do quarto gol. Pode crescer no ano que vem. NOTA 6,0

Ricardo Gomes Fez um ótimo trabalho. Se estivesse na equipe desde o começo, a arrancada poderia acontecer antes. STJD também atrapalhou. NOTA 9,0

Jason Será que dá as caras na Libertadores?

De ídolo a carrasco

In Brasileirão 2009, Santos on 8 de dezembro de 2009 at 18:15

BR09 – 38ª rodada – Santos 1×2 Cruzeiro

Idolatrado pelos palmeirenses, Kléber marca no fim o gol da classificação do Cruzeiro à Libertadores 2010. No Santos, é hora da reconstrução.

Com a acachapante vitória de Luís Alváro de Oliveira nas eleições presidenciais, começou uma nova era no Santos.

O jogo diante do Cruzeiro, que já não valia nada para os praianos, perdeu ainda mais o sentido.

Luxemburgo não seguirá à frente do clube em 2010 e a maioria do elenco será trocado, o que fez do milésimo jogo do Santos na história da competição nacional apenas uma despedida para muitos personagens da partida.

Do outro lado, porém, estava um motivadíssimo Cruzeiro, que precisava da vitória para sonhar com o G4.

Logo que a bola rolou, ficou claro quem ainda disputava alguma coisa e quem cumpria tabela: Wellington Paulista abriu o placar para a Raposa.

O ritmo do jogo caiu e o Peixe aproveitou. Kléber Pereira foi para o intervalo, não voltou e  nem vestirá mais a camisa do Peixe. O garoto André entrou em seu lugar.

Mais ligado, o Peixe voltou com tudo para o segundo tempo e logo ficou em vantagem numérica. Jonathan derrubou Mádson e foi expulso. Adílson preferiu recuar a equipe, com a entrada do zagueiro Thiago Heleno na vaga de Wellington Paulista. Não adiantou.

Aos 25 minutos, Neymar deixou tudo igual naquela que pode ter sido sua última partida com a camisa do Peixe.

Sem outra alternativa, Adílson Batista mandou o time pro ataque e mostrou que tem estrela ao tirar o lateral esquerdo Diego Renan para colocar Kléber, que balançou as redes logo em sua primeira participação na partida, aos 30 minutos.

A galera santista, que tanto sofreu ao longo do Brasileirão, dessa vez estava satisfeita com a derrota do time, já que o Palmeiras perdia para o Botafogo e ficava fora da Libertadores.

Os jogadores do Peixe chegaram a ensaiar uma pressão, mas a defesa mineira se comportou muito bem e segurou o resultado e a vaga!

Ao Santos, resta depositar esperanças na nova diretoria, que já ensaia um pacotão de reforços para a próxima temporada.

O ano no lixo

In Brasileirão 2009, Palmeiras on 8 de dezembro de 2009 at 17:56

BR09 – 38ª rodada – Botafogo 2×1 Palmeiras

Botafogo vence, permanece na Série A e tira o Palmeiras da Libertadores 2010. Vexame!

O Palmeiras começou a rodada disputando o título e terminou fora da Libertadores.

Há dois meses, nem o mais pessimista torcedor alviverde poderia imaginar tamanho fracasso. O time que mais liderou o campeonato e chegou a abrir 5 pontos de vantagem sucumbiu diante de seus próprios erros dentro e fora de campo.

O Botafogo, que nunca teve grandes pretensões, saiu do Engenhão comemorando a permanência na Série A. Muito pouco para um clube da grandeza do Fogão. E teve até um numero 1 gigante na comemoração. Parecia título!

Durante os noventa minutos, o clima era de final de campeonato. O primeiro tempo foi truncado, com muitas faltas e pouco futebol. O Botafogo não dominou, mas criou as melhores oportunidades. Primeiro com Lúcio Flávio, que recebeu livre e cabeceou para fora. Depois com Reinaldo, que parou na santidade de Marcos.

No intervalo, Muricy surpreendeu/errou ao tirar Deyvid Sacconi para fechar a defesa com Sandro Silva. Talvez o treinador, percebendo as dificuldades da equipe, tenha optado por segurar o empate que garantiria a vaga à competição mais importante do continente no ano que vem. Não deu certo.

Mesmo com 3 zagueiros e 2 volantes, o Verdão sofreu dois gols.

Aos 10, Lúcio Flávio cobrou falta na cabeça de Wellington, que testou firme e abriu o marcador.

Aos 20, Pierre errou na saída de bola, Maurício Ramos não achou nada e Renato pôde servir Jóbson, o carrasco dos paulistas, que ampliou. Delírio da torcida alvinegra.

Muricy desfez o erro com Robert no lugar de Edmílson, mas a essa altura Estevam Soares já havia armado o ferrolho, com Jônatas e Thiaguinho nas vagas de Lúcio Flávio e Renato.

Robert conseguiu deixar o dele, mas não foi suficiente. Aliás, sempre que esteve em campo o camisa 30 foi muito mais eficiente que o caríssimo Vágner Love, mas parece que o treinador não concorda com este ponto de vista.

Fim de jogo e fim de sonho para o Palmeiras.

Com a vitória do Cruzeiro de Kléber sobre o Santos de Luxemburgo, o Alviverde assistirá a Libertadores 2010 pela TV.

Já o Botafogo, contentou-se com a permanência na Série A…

O capítulo final

In Brasileirão 2009 on 6 de dezembro de 2009 at 18:16

Neste domingo, o campeonato mais espetacular da era dos pontos corridos chegará ao seu final. Como não poderia deixar de ser, a disputa incessante pela primeira colocação dura até o último suspiro. Em ótimas condições, o Flamengo não pode vacilar, porque tem três grandes adversários na espreita: Inter, Palmeiras e São Paulo. Todos os candidatos já experimentaram o sabor de liderar a competição.

Na parte debaixo da tabela também terá emoção. O Santo André já está praticamente rebaixado, mas a esperança é a última que morre. Botafogo, Coritiba e Fluminense não poderão vacilar.

Enfim, boa sorte a todos!

O Brasileirão 2009 deixará saudades!

1º – FLAMENGO – 64 PONTOS

Embalado pelos craques Adriano e Pet, o Mengão chega a rodada final com a mão na taça. No Maraca, uma vitória contra o Grêmio consagrará os comandados de Andrade e fará a alegria da maior torcida do Mundo, que fez festas maravilhosas ao longo da competição. O hexa está próximo!

2º – INTER – 62 PONTOS

Pelos critérios de desempate, o Colorado é o time mais próximo de estragar a festa flamenguista. Apontado como o principal favorito no princípio, o Internacional viveu altos e baixos sob o comando de Tite, afastou-se da ponta que ocupou por algumas rodadas no começo da competição, mas Mário Sérgio diz que veio para ser campeão. Se o líder bobear, basta uma vitória diante do Santo André, no Maraca.

3º – PALMEIRAS – 62 PONTOS

O Verdão chega a última rodada precisando vencer o Botafogo e ainda torce por vacilos de Flamengo e Inter para ser campeão. O time de Muricy Ramalho ficou 19 rodadas na ponta da tabela, um recorde. Muitos davam a conquista como certa, mas o lindo castelo desabou com brigas internas, erros de arbitragem, bobagens do presidente e violência da torcida. Muitos sentem saudade de Jorginho e até Luxemburgo dá palpite: disse que, se não fosse demitido, já estaria com a taça na mão…

4º – SÃO PAULO – 62 PONTOS

Quem acompanhou só começo de campeonato do São Paulo enxergaria a atual quarta colocação como lucro incalculável, mas a exigente torcida são-paulina está desolada. Depois de sentir o gostinho do tetra-hepta na reta final, o time comandado por Ricardo Gomes perdeu muitos jogadores por polêmicas suspensões e acabou derrotado por Botafogo e Goiás nas últimas duas rodadas. Agora, só um milagre garante o título: vitória contra o Sport e tropeços de Palmeiras, Inter e Fla. Um empate dá a vaga para a 7ª Libertadores consecutiva.

5º – CRUZEIRO – 59 PONTOS

A Raposa perdeu a Libertadores, passeou pelas últimas colocações e demorou muito para reagir. Quando chegou próximo aos líderes, poderia entrar na briga pela taça mas deixou pontos preciosos pelo caminho. Agora, resta torcer por um vacilo de Inter, Palmeiras ou São Paulo e derrotar o Santos, na Vila Belmiro, para conquistar um honroso quarto lugar e disputar a Libertadores 2010.

6º – ATLÉTICO-MG – 56 PONTOS

O Galo de Celso Roth termina o Brasileirão com a incômoda alcunha de cavalo paraguaio. O clube mineiro começou bem a competição, deu uma caída, mas voltou a crescer com as chegadas de Corrêa, Ricardinho e Rentería. Para desespero da fantástica massa atleticana, o time voltou a perder rendimento e chaga a última rodada sem chances de título ou de chegar a Libertadores 2010. Restou a Sul-Americana.

7º – GRÊMIO – 55 PONTOS

A péssima campanha fora de casa impediu que o Grêmio, invicto dentro do Olímpico, disputasse o título. Na última rodada, a torcida tricolor torcerá contra o próprio time. É simples: o time reserva do Grêmio enfrenta o Flamengo, no Maracanã. Se vencer, o Internacional pode ser campeão. Será um dos grandes personagens da rodada final!

8º – GOIÁS – 54 PONTOS

O Esmeraldino encerrará sua participação no Brasileirão 2009 num jogo sem graça diante do Vitória. O empate com o Flamengo no Maracanã e a fantástica vitória diante do São Paulo provam que a equipe poderia sonhar com voos mais altos. O Goiás chegou a disputar as primeiras colocações e chegou à vice-liderança no final do primeiro turno. Reforçado pelo ídolo Fernandão, prometia incomodar, mas fez um segundo turno horroroso e ganhou destaque apenas por atrapalhar a vida dos líderes. Disputará a Sul-Americana.

9º – AVAÍ – 54 PONTOS

A vaga na Copa Sul-Americana será muito comemorada pela torcida do Avaí. O time comandado por Silas chegou a ocupar a última colocação, mas conseguiu uma arrancada sensacional e sonhou até com a Libertadores. Quem sabe no ano que vem?

10º – CORINTHIANS – 49 PONTOS

Campeão paulista e da Copa do Brasil no primeiro semestre, o Timão conquistou a sonhada vaga para a Libertadores 2010 com muita antecedência. As saídas de Cristian, André Santos e Douglas também contribuíram para a participação sem sal do Timão no Brasileirão. A Fiel chegou a chiar, mas termina o ano de bem com o time, que promete para o ano do Centenário!

11º – SANTOS – 49 PONTOS

Depois de oscilar sob o comando de Vágner Mancini, o Peixe deu esperanças ao torcedor com a contratação de Luxemburgo, que chegou prometendo a vaga na Libertadores e saiu dizendo que o seu projeto para 2009 não era o Santos. Um mico! Um não vários: o que falar sobre Emerson, Jean, Sérgio, Rodrigo Mancha, Edu Dracena…? O Peixe correu risco até de rebaixamento e terminará o campeonato tentando atrapalhar a vida do Cruzeiro, que busca uma vaga no G4.

12º – BARUERI – 48 PONTOS

O Barueri começou o campeonato ameaçando incomodar na parte de cima da tabela, mas caiu ao decorrer da competição e disputará uma vaguinha para a Sul-Americana do ano que vem com o Furacão. Destaque para o setor ofensivo da equipe que tinha o artilheiro Pedrão, tem o artilheiro Val Baiano e revelou o agora são-paulino Fernandinho e o bom Thiago Humberto.

13º – VITÓRIA – 47 PONTOS

O Rubro-Negro é um dos vários exemplos de equipes que começaram o campeonato com a corda toda e terminaram sem muito o que comemorar. A equipe baiana frequentou o G4 por várias rodadas, mas não manteve o ritmo quando a briga esquentou. Se vencer o Goiás, vai disputar a Sul-Americana em 2010.

14º – ATLÉTICO-PR – 47 PONTOS

O Furacão fez um campeonato muito abaixo das expectativas e, se vencer o Barueri, estará classificado para a Copa Sul-Americana, o que já será um grande lucro. Se não abrir o olho, logo estará disputando a segundona. Abre o olho!

15º – FLUMINENSE – 45 PONTOS


O Fluminense estava praticamente rebaixado, atolado na última colocação. Há 10 rodadas, quando foi derrotado pelo rival Flamengo, a equipe comandada por Cuca ficou a 9 pontos do 17º colocado e muitos já davam a queda como certa. Mas eis que ressurgiu o craque Fred, que retornou na reta final, encheu as redes adversárias de gol, levou o time ao heroico vice-campeonato da Sul-Americana e deixou a belíssima torcida tricolor a um empate do alívio. Na última rodada tem pedreira: o Coritiba, no Couto Pereira.

16º – CORITIBA – 44 PONTOS

O Coxa decepcionou o seu torcedor no ano do Centenário. Na última rodada, precisa vencer o embalado Fluminense para não voltar à Série B em 2010. Se perder, terá de torcer pelo Palmeiras contra o Botafogo. Se empatar, um empate do Fogão salva o time de Curitiba.

17º – BOTAFOGO – 44 PONTOS

O Fogão chega a última rodada em situação desesperadora. A equipe precisará vencer o Palmeiras no Engenhão e torcer por, no mínimo, um empate na partida entre Coritiba e Fluminense para não voltar à Série B.

18º – SANTO ANDRÉ – 41 PONTOS

O Santo André intercalou vitórias espetaculares contra os candidatos ao títulos com derrotas lamentáveis. Comandado por Marcelinho Carioca, o Ramalhão chega à última rodada com pouquíssimas chances de escapar da degola: além de precisar desesperadamente de uma vitória sobre o Inter, em pleno Beira-Rio, os paulistas precisam torcer por derrotas de Botafogo e Coritiba. Ainda dá!

19º – NÁUTICO – 38 PONTOS

Com o rebaixamento confirmado na penúltima rodada, o Timbu enfrentará o Avaí sem pretensão alguma. Será um dos favoritos ao acesso na Série B em 2010.

20º – SPORT – 31 PONTOS

A trajetória do Sport é intensa e impressionante. O Rubro-Negro faturou a Copa do Brasil em 2008, venceu o Campeonato Pernambucano em 2009 e fez uma boa campanha na Libertadores. No Brasileirão, porém, a campanha foi simplesmente lamentável e o rebaixamento está concretizado há várias rodadas. Neste domingo, será coadjuvante no Morumbi, onde o São Paulo buscará a vaga na Libertadores ou até o título.

BR09 – 37ª rodada – Nas mãos do Grêmio

In Brasileirão 2009 on 4 de dezembro de 2009 at 14:42

Inter, Palmeiras e São Paulo precisam torcer contra o Fla para sonharem com o título na última rodada. No Maraca, o Grêmio não parece disposto a complicar a vida do Mengão e ajudar o rival Colorado.

Mais uma rodada emocionante no maluco Campeonato Brasileiro 2009. O país inteiro secou o São Paulo, único candidato com possibilidades de conquistar o título neste domingo e deu certo! O Sampa perdeu e ficou bem longe do tetracampeonato. Isso porque todos os rivais venceram e ultrapassaram o time do Morumbi. O Fla só depende de uma vitória para festejar. O Inter, que ironia, precisa torcer para o rival Grêmio complicar a vida do Mengão no Maracanã. O Palmeiras e o São Paulo ainda contam com a ajuda do Santo André, que dará seu último suspiro diante do Colorado, no Beira-Rio. Mais emoções vêm ai na rodada final!

Garfo e rivalidade: Na Ilha do Retiro, o Colorado venceu o rebaixado Sport e continua com possibilidades de título. Em campo, muita dificuldade. O Sport saiu na frente, com gol de Vandinho, que estava impedido. Na sequência, o goleiro Lauro cometeu pênalti escandaloso não marcado pelo árbitro Paulo César de Oliveira.  No fim, a virada! Kléber e Andrézinho marcaram os gols da vitória por 2×1. E dá-lhe Grêmio!

Fluzão vivo: O Fluminense deu mais um passo para fugir do rebaixamento e agora só precisa de um empate para garantir a permanência. No Maraca, a torcida tricolor fez uma bela festa e viu a equipe golear o Vitória por 4×0, com dois gols de Conca, mais um de Fred e outro de Alan.

Difícil, mas possível: O Santo André rebaixou o Náutico e continua sonhando com uma difícil permanência na Série A em 2010. A vitória por 5×3 foi construída com gols de Vanderlei (2), Nunes (2) e Rômulo. Para o Náutico marcaram Carlinhos Bala, Anderson Lessa e Nílson.

Complicou: Na Arena da Baixada, o Atlético-PR livrou-se do rebaixamento e complicou o Fogão, que voltou para a zona do rebaixamento a uma rodada do final. Wallyson e Paulo Baier marcaram os gols da vitória por 2×0.

A América é o limite: O Cruzeiro depende de um vacilo de Inter, Palmeiras ou São Paulo para conquistar a vaga na Libertadores 2010. Já o Coritiba terá de vencer o Fluminense na rodada final para não ser rebaixado no ano do Centenário. No Mineirão, Jéci abriu o placar para os visitantes, mas a Raposa virou com gols de Henrique, Jonathan, Wellington Paulista e Eliandro.

Valeu pelo retrospecto: O Grêmio bateu o Barueri por 4×2 e terminará o Brasileirão invicto no Olímpico. Os gols do tricolor gaúcho foram marcados por Adílson, Douglas Costa, Souza e Maxí Lopez. Para o Barueri, o artilheiro Val Baiano marcou os dois.

Sem valor: Em Floripa, Cristian marcou dois gols e abriu vantagem para o Avaí diante do Peixe, que conseguiu empatar, com gols de Kléber Pereira e Paulo Henrique Ganso, 2×2.

CLASSIFICAÇÃO

Flamengo – 64

Inter – 62

Palmeiras – 62

São Paulo – 62

Cruzeiro – 59

Atlético-MG – 56

Grêmio – 55

Goiás – 54

Avaí – 54

Corinthians – 49

Santos – 49

Barueri – 48

Vitória – 47

Atlético-PR – 47

Fluminense – 45

Coritiba – 44

Botafogo – 44

Santo André – 41

Náutico – 38

Sport – 31

Surpreendente?

In Brasileirão 2009, Corinthians on 4 de dezembro de 2009 at 14:14

BR09 – 37ª rodada – Corinthians 0x2 Flamengo

Corinthians é garfado pela arbitragem, não oferece grande resistência e perde para o novo líder: o quase campeão Flamengo.

Não dá pra dizer que o Timão entregou o jogo para prejudicar os maiores rivais, mas é fato que muita gente entrou em campo só para cumprir tabela.

Tirando Defederico e Paulo André, os jogadores do time paulista jogaram em ritmo de férias. Mas convenhamos, isso e rotina desde o começo do segundo turno!

Ainda há quem acredite que as contusões de Edu e Ronaldo, antes da metade do primeiro tempo, foram forjadas. Um grande exagero e um enorme desrespeito com os profissionais do Coringão, que perderão preciosos dias de férias em busca da recuperação. No fim do jogo, Escudero também foi traído pelos músculos e teve de ser substituído.

Elias, Felipe e Mano Menezes reclamaram tanto da arbitragem que até pareciam chateados com a péssima atuação do árbitro Evandro Rogério Roman.

O juizão foi o grande personagem da partida, com uma arbitragem amplamente favorável ao time rubro-negro, do princípio ao fim do jogo.

Chicão, que nem sequer atingiu Fierro, foi expulso aos 23 minutos da etapa final, quando o Corinthians já perdia por 1×0, com gol de Zé Roberto. Mano Menezes nem estava mais à beira do gramado, já que também foi expulso.

No fim do jogo, o lance mais emblemático da partida. O trapalhão Evandro Rogério Roman marcou pênalti inexistente de Dodô em Léo Moura. Transtornado, Felipe gastou todas as suas energias para reclamar e nem sequer esboçou ir na bola, que balançou as redes e deixou o Flamengo ainda mais próximo da taça. Bizarro!

O goleirão ainda bateu palmas. Aplausos para o juiz? Para a atuação do Timão? Para os rivais que torceram para o Alvinegro e se decepcionaram? Para o Flamengo? Só o camisa 1 poderá responder…

Boas férias, Timão.

Parabéns, Mengão. (Quase) campeão!