Real JoBelo

Archive for junho \30\UTC 2009|Monthly archive page

BR09 – 8ª rodada – Ressurreição colorada!

In Brasileirão 2009 on 30 de junho de 2009 at 14:58

BOLANOSO Internacional reecontrou-se com a vitória nesta 8ª rodada do Brasileirão.

Mesmo atuando com uma equipe quase toda composta por reservas, o Colorado goleou o Coritiba por 3×0 e ganhou ânimo para a final da Copa do Brasil, na quarta-feira.

O grande destaque do jogo foi o ex-santista Bolaños. Os três gols da partida foram marcados pelo equatoriano, que deixou o Santos pela porta dos fundos.

Os gaúchos voltam a encostar na liderança. Têm 14 pontos, mesmo número do líder Atlético Mineiro.

Enquanto isso, o Coritiba segue na zona de rebaixamento, em 18º, com apenas 8 pontos conquistados.

Cai o último invicto: O surpreendente Barueri fez mais uma vítima nesta rodada e entrou no G4.

Com gols de Thiago Humberto (2), Fernandinho e Márcio Careca, o time paulista bateu o Atlético Mineiro, que permanece na liderança, por 4×2. Diego Tardelli fez, de penalti, os dois gols do Galo e assumiu a artilharia do Brasileirão, com 6 gols.

Também com 6 gols, estão Felipe do Goiás e Pedrão, que está deixando o Barueri rumo ao futebol árabe.

Vitória dos reservas: O Cruzeiro poupou os titulares e mesmo assim conseguiu bater o Avaí no Mineirão: 1×0, com de penalti de Zé Carlos. A Raposa está em 9º e o Avaí ocupa a penúltima posição.

Lanterna cai de quatro! Neste sábado, o Goiás aplicou um sonoro 4×1 no Fogão, em pleno Engenhão. Gols de Felipe Menezes, Felipe, Rafael Tolói e Iarley; Victor Simões descontou, com um bonito gol de voleio. O Goiás subiu para 8º e empurrou o rival para a última colocação.

Fred 0x0 Adriano: Os dois artilheiros até jogaram bem, mas não conseguiram furar os bloqueios adversários e o clássico não saiu do zero no Maracanã. O Fla é 7º, com 11 pontos. O Flu está em 13º, com 10.

Sport sai da zona: O Sport aproveitou-se da escalação de um time reserva por parte do Grêmio e venceu por 3×1 na Ilha do Retiro, com gols de Fabiano, Élder Granja e Fumagalli. Jonas marcou para o Grêmio. Os pernambucanos, que seguravam a lanterna, agora ocupam a 15ª posição, enquanto os gremistas estão um degrau acima.

Vitória breca o Ramalhão: O Santo André vinha fazendo campanha surpreendente no Brasileirão, mas parou na força do Barradão e caiu para a 12ª colocação, com 10 pontos. Os baianos passearam e venceram por 4×1, com mais dois gols de Roger, um de Elkeson e outro de Uellinton. Moraes, ex-Santos, fez para o Ramalhão. O Vitória segue firme em terceiro.

Gostou, Muricy?

In Brasileirão 2009, Palmeiras, Santos on 29 de junho de 2009 at 21:53

BR09 – 8ª rodada – Palmeiras 1×1 Santos

De olho em Muricy, Santos e Palmeiras fazem duelo equilibrado e não saem do empate.

diegodomingosMuricy Ramalho, com toda certeza, acompanhou o duelo entre Palmeiras e Santos.

Sem técnico, o Verdão aguarda a resposta do ex-tricolor. Enquanto isso, aumentam os rumores de que Marcelo Teixeira estaria de olho na situação do tricampeão brasileiro.

Ou seja, Muricy é nome forte em ambos os clubes.

Mas se a decisão de aceitar ou não a proposta do Palmeiras passava pelo confronto de ontem, ela ainda não foi tomada.

No primeiro tempo, Muricy deve ter se animado e começado a fazer planos para quando assumisse seu novo clube na Barra Funda.

O Palmeiras não demonstrou abatimento pela saída de Luxa, e dominou o Santos. As oportunidades foram aparecendo e o gol saiu dos pés de Obina, que jogou bem e demonstra que pode ajudar a torcida a esquecer o K9.

Vendo que a batata estava assando, Vágner Mancini mudou sua equipe e mandou-a ao ataque, tirando o inoperante Neymar e colocando Róbson.

O Santos foi mais presente no campo de ataque e fez Marcos trabalhar. Douglas também precisou agir, já que o Verdão encaixou alguns contra-ataques.

Quando parecia que iria terminar mesmo com a vitória alviverde, Wagner Diniz tocou para Róbson, que empatou o jogo, no final da partida.

Pelo segundo tempo, Muricy deve ter se animado mais com o interesse do Santos.

Será?

De virada é FABULOSO!

In Copa das Confederações, Seleção Brasileira on 28 de junho de 2009 at 22:25

Copa das Confederações – Brasil 3×2 EUA – BRASIL TRICAMPEÃO!

1250106-7359-atm14

Com dois de Luís Fabiano, Seleção vira na raça e conquista a hegemonia na Copa das Confederações graças a gol de Lúcio no final.

A zebra chegou a passear na África do Sul, mas por apenas 45 minutos.

No ritmo de Luís Fabiano, o Brasil virou a partida num mágico segundo tempo. Não apenas na técnica, mas também na raça!

O jogo só ganhou ares dramáticos graças ao péssimo primeiro tempo da equipe canarinho. Logo aos 10 minutos, Dempsey silenciou as vuvuzelas favoráveis ao Brasil em Joanesburgo.

Os americanos armaram a retranca e o Brasil simplesmente não jogou. A atuação apática rendeu contra-ataques ao adversário e num deles, originado após passe errado de Maicon, o meia Donovan ampliou o marcador.

O primeiro tempo terminou assim, mas a sensação era a de que o Brasil não teria muitas dificuldades se passasse a jogar o que sabia.

Dunga apostou na mesma equipe, mas com uma postura diferente. Logo no primeiro minuto, o artilheiro Luís Fabiano recebeu de Maicon, girou e bateu com muita precisão, vencendo o bom goleiro Howard. Era a injeção de ânimo que os brasileiros precisavam.

A zebra se assustou e recuou, chamando o Brasil para o ataque. Mesmo errando muito, com péssimas atuações de Robinho, André Santos e Ramires, a Seleção alugou o meio-campo e chegou a marcar o segundo gol em cabeçada de Kaká, que Howard tirou de dentro do gol. O bandeirinha não viu. Mas era questão de tempo.

Dunga apostou em Daniel Alves na esquerda novamente, na vaga de André Santos. Ramires saiu para a entrada de Elano.

O time melhorou e passou a criar jogadas também pelo lado esquerdo, mesmo com um jogador improvisado por ali. Foi por lá que Kaká, eleito o melhor da competição, arrancou antes de invadir a área e cruzar para Robinho acertar a trave. No rebote, Luís Fabiano, na hora certa e no lugar certo, fez seu quinto gol na competição. Artilheiro isolado!

luis

Faltavam 15 minutos para o término da partida, e o domínio do Brasil mostrava que a prorrogação não seria necessária. Aos 39, Elano cobrou escanteio e Lúcio testou para o fundo da rede. O gol do título, com a marca zagueirão, que levantou a taça como capitão!

Foi o segundo título do contestado Dunga no comando da Seleção.

A atual Seleção Brasileira tem outra cara em relação àquela que foi ridiculamente derrotada pela França em 2006. Os jogadores demonstram humildade e raça acima de tudo. A França, por sinal, tinha o mesmo número de títulos do Brasil na competição até o gol salvador de Lúcio: 3×2!

É TRI!

Bacana Bafanas! A África do Sul perdeu a decisão do terceiro lugar, mas teve atuação honrosa.

O empate por 2×2 com a Espanha no tempo normal levou a decisão para o tempo extra. Com gol de falta de Xabi Alonso, a Fúria derrotou a seleção de Joel Santana.

Parabéns, Bafana Bafanas!

Sessão Nostalgia – Santos x Palmeiras

In Palmeiras, Santos, Sessão Nostalgia on 28 de junho de 2009 at 14:41

Hoje tem clássico paulista pelo Brasileirão 2009: Palmeiras x Santos.

Em 2000, Euller fisgou o Peixe ao marcar o segundo gol do Palmeiras na semifinal do Paulistão. O gesto serviu de motivação aos atletas do Santos, que virou a partida para 3×2 e se classificou à final. Destaque para a frieza de Dodô em entrevista minutos depois de marcar o gol da virada histórica do time comandado por Giba, que seria vice-campeão.

Em 1979, pelo Paulistão, o Verdão aplicou uma das maiores goleadas da história do clássico debaixo de muita chuva no Morumbi. Veja os gols da vitória por 5×1.

Sessão Nostalgia – Brasil x EUA

In Copa das Confederações, Seleção Brasileira, Sessão Nostalgia on 28 de junho de 2009 at 14:27

Brasil e Estados Unidos decidem hoje a Copa das Confederações 2009.

A Seleção Brasileira venceu 11 dos 12 jogos realizados contra os americanos. A única derrota aconteceu em 1998, por 1×0, na Copa Ouro.

Em 2009, as duas equipes já se enfrentaram. Há 10 dias, pela Copa das Confederações, o Brasil passou fácil e venceu por 3×0, em jogo válido pela fase de grupos.

Vamos relembrar o jogo mais importante realizado entre os dois países na história. Em 4 de julho de 1994, os norte-americanos encararam o Brasil, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, inspirados pela comemoração do Independence Day e empurrados pelos torcedores locais.

A Seleçãovenceu por 1×0, gol de Bebeto. Leonardo foi expulso ainda no primeiro tempo por conta de uma cotovelada, e os comandados de Carlos Alberto Parreira, entre eles Dunga, se dedicaram muito para conquistar a classificação. Mais tarde, seriam campeões do Mundo!

Vuvuzelas goela abaixo?

In Futebol Brasileiro, Palmeiras, SPFC on 28 de junho de 2009 at 13:43

Enquanto os africanos fazem barulho com suas “vuvuzelas” na Copa das Confederações, torcedores brasileiros podem se arrepender da cornetagem exagerada.

keirrison_palmeirasNo embalo da Copa das Confederações, um dos assuntos mais comentados dos últimos dias é a febre dos estádios sul-africanos: a vuvuzela.

Vuvuzelas são as cornetas tocadas pelos torcedores durante todas as partidas da competição, que andam infernizando os jogadores brasileiros.

Mas enquanto isso, aqui no Brasil, tem gente que daria um bom dinheiro para estar ouvindo as vuvuzelas na África do Sul ao invés dos corneteiros paulistas.

No Palmeiras, a famosa “Turma do Amendoin” vinha infernizando o atacante Keirrison desde a eliminação do Paulistão. É fato que o K9 perdeu rendimento, mas daí a chamá-lo de Pipokeirrison é outra história…

A diretoria sempre defendeu o jogador, mas foi só a previsível tranferência para o futebol europeu ser concretizada para as críticas começarem. Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do clube, afirmou que o atacante não tinha coragem de entrar em divididas, com medo de se machucar e perder a chance de partir para o exterior. O mandatário culpou os empresários do atleta.

Quem nunca escondeu seu descontentamento com a queda do K9 foi o técnico Luxemburgo. Mesmo quando os gols aconteciam, ele teimava em dizer que o camisa 9 precisava se decidir: ficar ou sair do Palmeiras.

Pelo discurso, parece que diretoria e treinador agiam em sintonia, mas a ida de Keirrison para o Barcelona foi o estopim para a demissão de Luxa, que discordou das atitudes do jogador, fez várias críticas via imprensa e incomodou os diretores do clube.

Fato é que o Palmeiras ficou sem seu melhor atacante, e sem técnico também. Agora a busca é por um novo nome de peso. Abel Braga é cogitado, mas Muricy Ramalho é um nome muito mais próximo da realidade do clube, já que está desempregado no momento.

O que tudo isso tem a ver com as cornetas?

Simples.

Keirrison muito provavelmente fará muitos gols em seu novo clube, ganhará destaque e fará com que os torcedores sintam saudades dele no Palestra Itália, mesmo aqueles que o criticaram. Foram menos de 6 meses, mas a média do garoto foi impressionante.

Vanderlei Luxemburgo tem mercado e deve assumir um clube bem estruturado. Bom técnico que é, tem chances de conquistar um título importante e justificar o investimento. Se o novo comandante tiver dificuldades, a torcida pode se arrepender de ter jogado a culpa apenas no técnico.

A diretoria e parte da torcida do São Paulo também creditaram ao técnico a maior parcela de culpa na derrocada do Tricolor. Imagine se Muricy Ramalho assumir o Palmeiras e conquistar mais um título brasileiro?

O arrependimento pode bater.

Que as vuvuzelas continuem soando, de preferência durante a final da Copa das Confederações, entre Brasil e EUA.

Quem diria!

O Brasil pode conquistar mais um título sob o comando de Dunga, justamente no momento em que cessam as críticas para o técnico da Seleção, ao mesmo tempo em que, antes potenciais sucessores, Muricy e Luxa se encontram em baixa e desempregados…

Por essas e outras, o futebol é algo tão apaixonante.

Descansando o futebol

In Brasileirão 2009, Corinthians on 27 de junho de 2009 at 22:19

BR09 – 8ª rodada – Atlético-PR 1×0 Corinthians

Time reserva do Corinthians joga muito mal e é derrotado pelo Atlético-PR, ex-lanterna do campeonato.

0,,21210265-EX,00Quando dizem que o Corinthians montou um ótimo time para esta temporada, a mensagem deve ser interpretada ao pé da letra.

O time titular do Timão é realmente muito bom, mas as peças de reposição deixam muito a desejar.

Mano Menezes sabia do risco que corria quando resolveu preservar os titulares para a final da Copa do Brasil, que será na quarta-feira. Nem mesmo o treinador devia estar acreditando numa vitória…

Do outro lado, no entanto, estava o lanterna do campeonato. Ou seja, o adversário também não era lá essas coisas.

Sem conseguir criar grandes oportunidades, apesar do domínio, o Furacão apostou na bola parada e alcançou a vitória desta maneira.

Batendo falta, Paulo Baier decidiu o jogo aos 35 do primeiro tempo, tirando o Atlético da rabeira.

O Coringão perdeu a chance de alcançar o G4 da competição.

Mas o torcedor (e o treinador) só pensa no Inter!

Uma nova esperança

In Brasileirão 2009, SPFC on 27 de junho de 2009 at 22:10

BR09 – 8ª rodada – São Paulo 2×0 Náutico

São Paulo não dá show e vence graças a bola parada, mas time melhora em alguns aspectos e renova as esperanças da torcida na estreia de Ricardo Gomes.

sphernanes_fd_27060907O São Paulo não fez uma grande partida, mas melhorou em relação aos últimos jogos e voltou a vencer, na estreia de Ricardo Gomes.

O novo comandante escalou a equipe no seu esquema preferido, o 4-4-2, com Rolt e R.Silva na zaga. Richarlyson ganhou nova função, e jogou mais próximo dos atacantes.

Assim como nos últimos jogos, a equipe teve a posse de bola durante a maior parte do tempo, mas não conseguiu criar oportunidades claras através de jogadas trabalhadas, mas até que levou perigo.

Richarlyson e Washington tiveram boas chances nas cobranças de falta. Por sinal, o Coração Valente teve as três oportunidades que pediu durante a semana, mas não conseguiu concluí-las. A melhor oportunidade foi de Borges, que chutou de fora da área e acertou a trave.

Logo no início da segunda etapa, o capitão Hernanes, que jogava muito mal, bateu falta para a área e Jean Rolt mergulhou para abrir o marcador.

O gol fez com que o Sampa recuasse e chamasse o Náutico para o seu campo. Gilmar acertou duas bolas na trave, uma delas em cobrança de falta. Foram as únicas situações de perigo dos pernambucanos, que sofriam com a satisfatória marcação do São Paulo no meio-campo.

Ricardo Gomes resolveu mudar. Tirou Washington para a entrada de Oscar. O atacante saiu vaiado pelos torcedores, após mais uma atuação lamentável. Pouco depois, Richarlyson saiu aplaudido para a entrada de Hugo. O camisa 20 não agrada aos são-paulinos, mas teve seu esforço reconhecido.

As mudanças deram maior mobilidade ao time e o Tricolor passou a criar uma grande quantidade de chances. Em outra cobraça de falta de Hernanes, a bola desviou na zaga e entrou. Jogo decidido.

O Tricolor ainda perdeu pelo menos mais 3 gols feitos, um deles com Borges, após lindo drible em Gladstone.

No fim das contas, a torcida saiu comemorando uma vitória após um longo período, o que renovou as esperanças quanto ao futuro.

Ricardo Gomes chegou com o pé direito.

NOTAS

12 Dênis Pouco exigido, foi surpreendido com as bolas na trave. NOTA 6,0

23 Zé Luís Ineficiente. Não jogou bem. NOTA 4,5

14 Renato Silva Atuação segura, sem falhas grotescas. NOTA 7,0

13 Jean Rolt Sua melhor partida pelo São Paulo. Seguro e até artilheiro! NOTA 8,0

6 Júnior César Mais uma atuação irritantemente inútil. NOTA 4,0

8 Eduardo Costa Fez bem a marcação na cabeça de área. NOTA 6,5

20 Richarlyson Mais adiantado, demonstrou raça e jogou bem. NOTA 6,5

10 Hernanes Não jogou nada, mas decidiu na bola parada. NOTA 6,5

16 Marlos Algumas boas arrancadas. É o fator de ousadia do time. NOTA 6,0

17 Borges Teve várias oportunidades, mas o azar impediu que a bola entrasse. Rende muito mais sem Washington. NOTA 7,0

9 Washington Mais uma partida ruim, cheia de tropicões e caneladas. Pediu e recebeu três bolas, mas não marcou. Banco! NOTA 4,0

30 Oscar Mais uma oportunidade aproveitada com movimentação bons lampejos. NOTA 6,0

18 Hugo Entrou e foi participativo. Tem condições de brigar pela vaga. NOTA 6,0

7 Jorge Wagner Pouco tempo. SEM NOTA

Ricardo Gomes Estreia com vitória, o que é bom. A equipe precisa de ajustes, mas melhorou em relação aos últimos jogos, apesar do fraco time do Náutico. NOTA 7,5

Verdão bombástico

In Palmeiras on 27 de junho de 2009 at 15:47

Bomba no Palmeiras: Keirrison vai para o Barcelona e causa discórdia no clube. Luxemburgo é demitido e Muricy está na mira.

luxaSe já não bastasse o anúncio da saída de Keirrison ontem à noite, o Palmeiras surpreendeu a todos durante a madrugada e demitiu Vanderlei Luxemburgo.

O K9 acertou com o Barcelona e a negociação gira em torno de R$ 16 milhões, sendo que grande parte ficará com a Traffic, detentora dos direitos do jogador.

O Palmeiras fica com 20% do lucro que a empresa obteve. Muito pouco para quem perderá seu melhor atacante.

Keirrison viajou a Curitiba para fazer as malas, o que irritou Vanderlei Luxemburgo. O jogador não deu satisfações ao treinador, que contava com ele para o duelo contra o Santos, amanhã.

Antes mesmo do negócio ser concretizado, o treinador afirmou que o atacante não jogaria mais com ele.

O episódio fez com que a diretoria e Luxemburgo entrassem em atrito, o que era uma questão de tempo.

Ele foi demitido e Jorginho dirige a equipe contra o Peixe.

O Palmeiras pensa agora no substituto. E, óbvio, o nome mais forte é o de Muricy Ramalho, tratado abertamente como prioridade por Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente.

A bomba estourou na Academia.

Chegou o titular?

In Palmeiras on 27 de junho de 2009 at 15:19

figueroaO Palmeiras já apresentou o paraguaio Figueroa, que veio do Colo-Colo para ser o titular da lateral direita.

O jogador chegou na Academia fazendo referências ao ídolo brasileiro Cafu e comemorando o tempo que terá para treinar: por ser uma tranferência internacional, só poderá estrear em agosto.

O Verdão gostou do que viu nos jogos contra o Colo-Colo, pela Libertadores deste ano. Figueroa é conhecido como um bom ala, sem muito destaque na marcação.

Será mais uma tentativa de encontrar o titular da lateral-direita. Neste ano, a posição é a mais carente do elenco. Fabinho Capixa, Wendel e o recém-chegado Henrique ainda não convenceram.

O Mago Valdívia aprovou. Será que a galera aprovará também?